Voc√™ sabia que as quedas s√£o a principal causa de les√Ķes em pessoas com mais de 65 anos? Elas podem resultar em fraturas de quadril, ossos quebrados e at√© ferimentos na cabe√ßa. Mesmo sem ferimentos graves, as quedas em idosos podem gerar medo ou, em alguns casos, depress√£o a um idoso, prejudicando sua independ√™ncia no dia a dia.

Os idosos s√£o vulner√°veis e frequentemente apresentam uma combina√ß√£o de altera√ß√Ķes cl√≠nicas que aumentam o risco de quedas. Se voc√™ tem um ente querido idoso em sua vida, ajud√°-los a reduzir o risco de cair √© uma √≥tima maneira para garantir a sa√ļde e bem-estar deles.

A boa notícia é que a maioria das quedas pode ser evitada. E, segundo o especialista em  Ortopedia e Traumatologia, Dr. Carlos E. Miers o segredo é estar atento aos detalhes. Aqui estão alguns fatores comuns que podem levar a uma queda:

  • Equil√≠brio e marcha: √† medida que envelhecemos, perdemos alguma coordena√ß√£o, flexibilidade e equil√≠brio – principalmente por inatividade, facilitando a queda.
  • Vis√£o: no olho envelhecido, menos luz atinge a retina – tornando as bordas contrastantes, e os obst√°culos mais dif√≠ceis de se enxergar, aumentando os riscos de trope√ßar.
  • Medicamentos: Algumas prescri√ß√Ķes e medicamentos podem causar tonturas, desidrata√ß√£o, o que pode levar a uma queda.
  • Ambiente: a maioria dos idosos vive em suas casas h√° muito tempo e nunca pensou em modifica√ß√Ķes simples que possam mant√™-lo mais seguro √† medida que envelhecem. Confira esta cartilha do Minist√©rio da Sa√ļde sobre o assunto.¬†
  • Condi√ß√Ķes cr√īnicas: Mais de 80% dos idosos t√™m pelo menos uma condi√ß√£o cr√īnica, como diabetes, acidente vascular cerebral ou artrite. Frequentemente, aumentam o risco de queda porque resultam em perda de fun√ß√£o, inatividade, depress√£o, dor ou v√°rios medicamentos.

Quedas: 5 dicas para evitar quedas e les√Ķes em idosos

4 dicas para reduzir quedas

Aqui estão seis dicas fáceis que você pode seguir hoje para ajudar seu ente querido a reduzir o risco de queda:

1- Conte com o apoio dele para tomar medidas simples para se manter seguro

Pergunte ao seu ente querido idoso se ele está preocupado em cair. Muitos idosos reconhecem que cair é um risco, mas acreditam que isso não lhes acontecerá ou que não irão se machucar Рmesmo que já tenham caído no passado. Se estiver preocupado com quedas, tonturas ou equilíbrio, sugira que converse com seu médico, que pode avaliar seu risco e sugerir programas ou serviços que possam ajudar.

2- Discuta suas condi√ß√Ķes de sa√ļde atuais

Descubra se ele est√° tomando seus rem√©dios corretamente – ou est√£o tendo efeitos colaterais – se est√° ficando mais dif√≠cil para ele fazer coisas que costumava fazer com facilidade. Por isso, incentive-o a falar abertamente com seu m√©dico sobre todas as suas preocupa√ß√Ķes.

3- Pergunte sobre o √ļltimo exame oftalmol√≥gico

Se o seu ente querido idoso usa óculos, verifique se a receita está em dia e, se ele está usando os óculos conforme recomendado pelo oftalmologista.

Lembre-se de que o uso de lentes que mudam de tonalidade pode ser perigoso ao passar de lugares ensolarados para prédios e residências escuros. Uma estratégia simples é trocar os óculos ao entrar ou parar até que suas lentes se ajustem.

Os bifocais também podem ser problemáticos nas escadas, por isso é importante ter cuidado. Portanto, para aqueles que já lutam com baixa visão, consulte um especialista no assunto para conhecer maneiras para aproveitar ao máximo sua visão.

4- Faça uma avaliação detalhada da segurança de sua casa para evitar quedas

Existem muitas maneiras simples e baratas de tornar a casa mais segura. Caso queira procure um profissional. Porém fique atento aos exemplos abaixo:

  • Ilumina√ß√£o: aumente a ilumina√ß√£o em toda a casa, especialmente na parte superior e inferior da escada. Certifique-se de que o interruptor est√° em lugar de f√°cil acesso para o idoso, por exemplo, se ele acordar no meio da noite.
  • Banheiros: Instale barras de apoio na banheira / chuveiro e pr√≥ximo ao vaso sanit√°rio. Verifique se elas est√£o instalados onde seu ente querido realmente os usaria. Para uma seguran√ßa ainda maior, considere usar uma cadeira de banho e chuveiro de m√£o.

Um envelhecimento saud√°vel come√ßa na vida adulta, com atividades f√≠sicas regulares e preven√ß√£o de doen√ßas degenerativas. Por isso, o Dr. Carlos E. Miers indica consultas peri√≥dicas para detectar precocemente qualquer altera√ß√£o patol√≥gica, evitando complica√ß√Ķes mais graves.¬†

Para o especialista, uma abordagem multidisciplinar √© fundamental para abranger toda a complexidade que a sa√ļde do idoso exige. Desta forma, buscando o bem-estar dos nossos clientes, a Paran√° Cl√≠nicas oferece esse atendimento especial para pessoas acima de 59 anos que necessitam um acompanhamento de sa√ļde global mais especializado.

Conheça o Programa Viva + Viva Melhor