A dengue é uma infecção viral, que é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti. Pode apresentar-se de diversas maneiras, tanto de uma forma leve e pouco sintomática até chegar a casos mais graves que levam a morte.

A fêmea do mosquito é o vetor da doença, ou seja, ela transporta o vírus. Ela também é responsável pela postura dos ovos, que ocorre em locais onde haja água parada. Estes ovos podem ficar viáveis por até 1 ano, por isso os nossos cuidados devem ser constantes.

Quais são os cuidados para a prevenção da dengue?

Para combater a dengue, precisamos atuar em seu principal foco, que é o combate ao vetor.

Eliminar os locais que haja ac√ļmulo de √°gua parada, em que o Aedes Aegypti possa depositar os seus ovos √© a nossa melhor preven√ß√£o.

Ficar atento a qualquer local ou recipiente que possa acumular √°gua, como por exemplo: caixa d’√°gua, lixeiras, pote de √°gua de animais, garrafas, pneus, calhas, piscinas e √°reas ao redor, lonas, entre outros.

A higienização destes locais, mantê-los secos, cobrir e proteger da chuva o que for possível, colocar areia nos pratos das plantas, sempre ficar atentos e manter uma rotina de inspeção dos locais podem ajudar combater a proliferação do mosquito.

Outros cuidados podem ser tomados: utilização de telas nas janelas, usar roupas compridas, mosquiteiros, repelentes.

Ao apresentar os sintomas, devemos buscar atendimento médico, pois a suspeita do caso deve ser notificada e outras pessoas da família e vizinhos devem ficar atentos aos sinais e sintomas.

Principais sintomas da Dengue

Normalmente a dengue inicia com febre alta e pode vir acompanhada de dores articulares e musculares, dor atr√°s do olho, dor de cabe√ßa, manchas pelo corpo, fadiga, coceira, n√°useas, v√īmitos, perda do apetite.

A doença pode durar de cinco a sete dias, mas os sintomas podem perdurar por várias semanas.

Devemos ficar atentos aos sinais de alarme, pois a dengue pode evoluir para uma forma grave, com agravamento dos sintomas j√° citados com complica√ß√Ķes hemorr√°gicas e comprometimento grave dos √≥rg√£os.

Tratamento da dengue

At√© o momento n√£o h√° medica√ß√£o espec√≠fica para o tratamento da dengue. As medica√ß√Ķes s√£o utilizadas para amenizar os sintomas nos casos mais leves e nos casos mais graves √© necess√°rio internar o paciente, para que tenha um suporte mais adequado.

A automedicação deve ser evitada, não se deve utilizar AAS e anti-inflamatórios não hormonais, pois podem agravar o quadro de sangramento.

 

Fonte: Dr. Bruno Henrique Magalh√£es ‚Äď CRM: 37472