O cálculo renal, mais conhecido popularmente por “pedras nos rins”, é uma litíase renal, uma pequena massa formada pela aglutinação de cristais que estão em excesso na urina do paciente. As principais substâncias formadoras dos cálculos são o cálcio, ácido úrico e oxalato.

Causas para a formação das pedras nos rins

As principais causas para que aconteça essa formação de cálculos são: pouca ingestão de líquidos, principalmente água; dieta com excesso de sódio (sal); e ingestão de quantidade excessiva de proteína animal. Existem, também, alterações específicas que contribuem para a formação das pedras nos rins e que devem ser avaliadas por um médico nefrologista, como a falta de citrato na urina, hiperparatireoidismo, entre outras causas que formam a litíase.

Sintomas mais comuns de cálculo renal

  • Presença de sangue na urina;
  • Náuseas e vômitos;
  • Sensação de ardência ao urinar;
  • Dor intensa na região lombar;
  • Cólica perto da região genital;
  • Idas exageradas ao banheiro, mesmo sem expelir muita urina.

Tratamentos

Tratamento específicos são indicados quando há alterações nos exames solicitados. Por isso, sempre observe a coloração da sua urina. A cor da urina deve ser sempre amarela clara. Se perceber alguma alteração, como a urina muito escura, é extremamente importante consultar-se com um médico urologista ou nefrologista.

O tratamento pode ser conservador, ou seja, expectante, se as pedras forem de pequenas dimensões. Pedras maiores que 7mm deverão ser eliminadas por procedimentos como litotripsia ou cirurgia.

Quando o cálculo sai do rim e inicia o trajeto até a bexiga, ele causa uma dor de forte intensidade conhecida como cólica renal ou nefrética. Nesse caso a pessoa deve dirigir-se a um pronto atendimento para receber medicações que aliviem os sintomas.

Como prevenir o cálculo renal

  • Ingestão de uma boa quantidade de líquidos (lembre-se de beber muita água, aproximadamente 2 litros por dia, isso vai depender do seu peso);
  • Diminua o consumo de sal;
  • Diminua o consumo excessivo de proteína animal;

O cálculo renal pode e deve ser prevenido mediante a essas recomendações médicas. Se não tratada, a doença pode se transformar em caso de emergência e provocar a morte. Por isso, é fundamental recorrer a especialista no assunto para o tratamento e prevenção do agravamento da doença. Se perceber os sintomas, não hesite em buscar ajuda.

Fonte: Dr. Carlos Bornancin, nefrologista.

Leia mais:

Busca por ajuda psicológica cresce com o confinamento e alerta para debate sobre saúde mental no pós-pandemia

Bem estar: plantas indispensáveis para ter em casa

O seu futuro enviou uma mensagem para o seu hoje: Faça o autoexame de mama