Um novo ano chegou e, com ele, as tradicionais metas anuais! Ser mais saudável e emagrecer, são objetivos presentes na maioria das listas de metas. Mas ter uma alimentação saudável é algo que vai muito além do benefício de emagrecer. Então, para começar o ano bem, trouxemos algumas dicas alimentação saudável para esse ano!

N√£o deixe para depois, sua sa√ļde deve ser a maior prioridade da sua vida!

 

 8 dicas de alimentação saudável para começar bem 2020

 

1. Dieta Detox

Um primeiro passo para iniciar o ano melhor, segundo o Dr. Diogo Dias Рresponsável pelo Programa de Emagrecimento do Priori, é uma boa dieta detox. Principalmente nesse período pós-festas e no verão, segundo o médico, é quando o corpo mais necessita de uma desintoxicação para começar o ano melhor.

O ideal é que você procure um profissional para fazer uma avaliação e construir uma dieta de acordo com suas necessidades. Mas, mesmo assim, essa dieta não tem a ver somente com sucos e alimentos específicos. Segundo o Dr. Diogo, é essencial excluir processados, refrigerante, gorduras ruins e aumentar a ingestão de legumes, frutas, folhosos e água (que já é nosso próximo tópico!).

 2. Tomar muita água!

Esse √© um dever para todos n√≥s, n√£o somente nesse in√≠cio de ano, mas em todo o seu decorrer. Beber √°gua faz sim uma grande diferen√ßa em nosso organismo. Isso porque a √°gua √© respons√°vel por algumas fun√ß√Ķes vitais de nosso corpo como a respira√ß√£o, por exemplo.¬†

Al√©m disso, a √°gua auxilia em outras fun√ß√Ķes do corpo:¬†

– Regula a temperatura corporal;

РMelhora da circulação sanguínea;

– Melhora o funcionamento dos rins;

– Desintoxica o corpo;

РAbsorção e transporte de nutrientes;

РRegulamentação do intestino;

– Aumento da imunidade do corpo.

 3. Maneirar com os alimentos ultraprocessados no seu dia-a-dia

Com a correria de nosso dia-a-dia, acabamos optando pelos alimentos ultraprocessados, pela praticidade de ingest√£o e preparo dos mesmos. Esses alimentos s√£o aqueles prontos para o consumo, como bolachas, macarr√£o instant√Ęneo, doces, pratos prontos congelados, massas, nuggets, sopas desidratadas etc.¬†

Eles se encaixam na categoria de ultraprocessamento, segundo o Guia Alimentar para a Popula√ß√£o Brasileira, elaborado pelo Minist√©rio da Sa√ļde e pelo N√ļcleo de Pesquisas Epidemiol√≥gicas em Nutri√ß√£o e Sa√ļde (Nupens FSP-USP). Os alimentos ultraprocessados recebem esse nome porque s√£o formula√ß√Ķes industriais feitas principalmente de subst√Ęncias extra√≠das de alimentos, derivados de constituintes de alimentos ou sintetizadas em laborat√≥rios com base em mat√©rias-primas org√Ęnicas.

Mas, se em 2020 voc√™ quer uma alimenta√ß√£o mais saud√°vel de verdade, procure evita-los ao m√°ximo. Esse tipo de alimento √© feito com base em ingredientes super baratos como a√ß√ļcar, gorduras, sal e tem um perfil nutricional bem desequilibrado, o que n√£o tem nada a ver com a dieta saud√°vel que buscamos.

 4. Incluir mais frutas na sua dieta

As frutas são indispensáveis para quem busca uma dieta mais saudável! Elas possuem um alto valor nutricional, além de muita água e altos índices de fibras. Além disso, as frutas também possuem um pH mais alcalino que auxilia na eliminação de toxinas do organismo.

A dica do Dr. Diogo é optar pelas frutas de cada estação, já que são mais frescas e nutritivas porque captam melhor os nutrientes do solo. Ele explica que por serem frutas da estação, muitas vezes, elas dispensam o uso de agrotóxicos, pesticidas e fertilizantes, garantindo uma alimentação mais natural e saudável.

Lembre-se sempre de optar por frutas org√Ęnicas!

 5. Fast food? Só no final de semana

Os fast-foods s√£o grandes vil√Ķes da alimenta√ß√£o saud√°vel. Geralmente compostos por hamb√ļrguer, batata frita e muito refrigerante, eles podem trazer graves riscos e consequ√™ncia √† sa√ļde.

Os fast-foods integram o grupo dos alimentos ultraprocessados que comentamos acima e s√£o produzidos com base em milhares de conservantes e toxinas.

A Ag√™ncia Internacional de Pesquisa do C√Ęncer (IARC) realizou um estudo no qual avaliou a associa√ß√£o entre o consumo de refrigerantes ado√ßados com a√ß√ļcar e artificialmente com a mortalidade. Os resultados mostraram que o consumo de dois ou mais copos de refrigerante por dia aumenta o risco de mortalidade exponencialmente. Dentre os riscos de morte apontados, o risco por doen√ßas circulat√≥rias aumenta quando o refrigerante √© ado√ßado artificialmente e o risco de morte por doen√ßas digestivas aumenta quando o refrigerante √© ado√ßado com a√ß√ļcar.

6. Crie o h√°bito de cozinhar mais

Cozinhar mais √© um h√°bito que pode virar um √≥timo hobby e pode ser muito ben√©fico para sua sa√ļde! Isso porque quando voc√™ faz sua pr√≥pria comida, pode garantir que os alimentos selecionados sejam de boa origem e qualidade, sem agrot√≥xicos e frescos.¬†

Além disso, cozinhar sua própria comida é uma excelente forma de garantir que sua alimentação seja balanceada e diversificada. Ao invés de comer fora e consumir comidas prontas na rua, neste ano invista em cozinhar mais e melhor!

¬† 7. Refei√ß√Ķes com maior variedade de alimentos

Relacionada ao h√°bito de cozinhar mais, est√° tamb√©m a ingest√£o de maior variedade de alimentos. Mas isso vale para todas suas refei√ß√Ķes di√°rias! At√© mesmo para aquele lanchinho da tarde, que √†s vezes acaba n√£o sendo t√£o nutritivo assim, quando poderia ser mais bem aproveitado.

O principal motivo da import√Ęncia do consumo de uma grande variedade de alimentos ‚Äď saud√°vel e equilibrada – √© alcan√ßar a ingest√£o di√°ria de todos os nutrientes que nosso corpo precisa.

A pir√Ęmide alimentar mostra que para uma dieta equilibrada, nossas refei√ß√Ķes precisam conter itens de todas essas categorias: a√ß√ļcar, gorduras, latic√≠nios, carnes, leguminosas, hortali√ßas, frutas e carboidratos. Todos em quantidades adequadas.

8. Reduzir o consumo de a√ß√ļcar e bebidas a√ßucaradas

O a√ß√ļcar em excesso pode ser muito perigoso para nossa sa√ļde! A recomenda√ß√£o da Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde √© que, no m√°ximo, 10% das calorias que consumimos ao longo de nosso dia venham do a√ß√ļcar. Mas, s√≥ aqui no Brasil, n√≥s consumimos 16,3%, o que nos coloca como o 4¬ļ pa√≠s que mais consome a√ß√ļcar no mundo!

Devemos estar atentos, porque mesmo cortando o a√ß√ļcar da mesa, acabamos o consumindo de outras formas, como nos alimentos ultraprocessados. E para saber disso, √© preciso n√£o s√≥ selecionar alimentos sem a√ß√ļcar, mas tamb√©m estar muito atento aos r√≥tulos e os outros nomes de a√ß√ļcares presentes nos alimentos.

Quer criar h√°bitos mais saud√°veis esse ano? Invista em cuidar de sua sa√ļde de forma preventiva! Conhe√ßa o PRIORI e cada programa que pode ir ao encontro de sua necessidade.

O cronograma geral de palestras que teremos esse ano, já está disponível neste link.