Iniciativa voltada para crianças entre 06 e 12 anos tem como objetivo incentivar hábitos alimentares mais saudáveis e prevenir a obesidade

 

Segundo pesquisa da Organização Mundial da Saúde, a obesidade infantil aumentou 10 vezes em 40 anos. O levantamento considera o período de 1975 a 2016 e retrata a mudança do comportamento alimentar da população mundial entre 05 e 19 anos. No Brasil, os números seguem a mesma tendência. Se nada for feito, o país deve chegar a 2025 com 11,3 milhões de crianças e adolescentes obesos.

Para incentivar hábitos alimentares mais saudáveis e prevenir o desenvolvimento de doenças relacionadas à obesidade, a Paraná Clínicas mantém o “Tá na Mesa” – programa voltado para crianças entre 06 e 12 anos que ensina, de forma lúdica, como fazer escolhas mais nutritivas e saborosas. “Porque acreditamos que a formação correta de hábitos alimentares na infância, leva a uma boa saúde ao longo de toda a vida”, explica a nutricionista Dagmarcia David.

No sábado (15), a equipe do programa recebeu pais e crianças para a cerimônia de formatura da primeira turma de 2019. Os 10 participantes comemoraram a conclusão das atividades com direito a beca, diploma, avental e toque de chef. A pequena Letícia Trizotte de Oliveira, de 09 anos, estava entre os formandos do dia. Segundo sua mãe, Rosângela Aparecida Trizotte de Oliveira, o “Tá na Mesa” influenciou toda a rotina alimentar da família, que trocou o açúcar e o sal refinados, pelo demerara e temperos desidratados.

A mudança de comportamento teve impacto inclusive na saúde do pai, João Maria de Oliveira, que estava com colesterol alto e conseguiu controlar a doença com a alimentação. Para a médica coordenadora dos programas de prevenção da Paraná Clínicas, Dra. Caroline Caldeira, esse é um dos resultados mais importantes do “Tá na Mesa”. “A criança tem maior capacidade de aprendizado e de absorção de informações, além de ter papel importante na transmissão de informações para os pais. Por isso, promover saúde desde a infância é muito mais eficiente”, pontua.